Rolling Stone: capa com acusado de atentados de Boston gera críticas

Rolling Stone: capa com acusado de atentados de Boston gera críticas Rolling Stone/Reprodução

A revista americana Rolling Stone, especializada em música, cinema e televisão, apresenta na capa da mais recente edição o jovem Dzhokhar Tsarnaev, o acusado dos atentados da maratona de Boston de abril, o que gerou uma avalanche de críticas.

Com o olhar melancólico, o cabelo caindo sobre os olhos e barba por fazer, Tsarnaev parece pensativo na fotografia, que não teve a data revelada. Ele usa uma camisa branca e aparece contra uma parede, também branca.

Os apresentadores do Today Show, o programa matutino do canal NBC, afirmaram que o jovem tinha um ar de Jim Morrison, o cantor do grupo The Doors que a revista colocou na capa em 1991, no aniversário de 20 anos da morte do astro.

A imagem ilustra a principal reportagem da revista, que é quinzenal, na qual a jornalista Janet Reitman descreve Dzhokhar Tsarnaev como um “estudante brilhante e promissor, rejeitado pela família, que cedeu ao islamismo radical e virou um monstro”.

Mas a foto, que dá um ar idealista a Tsarnaev, provocou uma avalanche de críticas em um país que ainda está traumatizado com os ataques de Boston.

O jovem de origem chechena foi acusado de ter planejado os atentados ao lado do irmão, morto pela polícia. Os atentado de 15 de abril deixaram três mortos e 264 feridos.

A página no Facebook da revista foi tomada por críticas e leitores acusam a Rolling Stone “de dar um toque de glamour ao terrorismo”. Há ainda quem sugeriu que a revista deveria ter publicado “a foto do pequeno menino de oito anos assassinado por este lixo”.

Comentários

Comentários

« Voltar