Especialistas têm dúvidas se o iPhone popular deslancha no Brasil

Especialistas têm dúvidas se o iPhone popular deslancha no Brasil GLENN CHAPMAN/AFP

Em busca de espaço nos mercados emergentes – onde são vendidos sete em cada 10 novos smartphones –, a Apple apresentou nesta terça-feira o iPhone 5c, seu primeiro celular de baixo custo. Com preço mínimo de US$ 99 nos Estados Unidos, aparelho deve chegar ao Brasil custando de R$ 500 a R$ 1.250, dentro de pacotes oferecidos por operadoras.

O novo iPhone terá corpo de policarbonato reforçado e virá em cinco cores: verde, branco, azul, rosa e amarelo. Terá o mesmo chip do iPhone 5, câmera de oito megapixels e rede de internet móvel 4G. O lançamento em nove países ocorre dia 20 setembro, mas no Brasil a novidade desembarca só em dezembro. A tendência é que o modelo substitua os dispositivos mais antigos da marca no varejo, que hoje são alternativa aos lançamentos.

Apesar do preço mais baixo, especialistas têm dúvidas quanto ao potencial do iPhone 5c em colocar a Apple como protagonista em mercados emergentes como o Brasil, dominados por modelos mais simples de Samsung e LG. O valor cheio do gadget no país – geralmente cobrado pelas operadoras nos planos pré-pagos –, contudo, deve ficar superior ao de concorrentes, estima Leonardo Munin, analista de mercado da consultoria de tecnologia IDC:

– Há smartphones no Brasil a partir de R$ 450 em planos pré-pagos. Como o mercado de entrada (consumidores fazendo sua primeira compra) é extremamente sensível a preço, não vejo a Apple ampliando muito as vendas aqui.

O impacto do dispositivo mais barato sobre a marca Apple – associada a produtos premium e dedicados a um universo mais restrito de consumidores – é outra incógnita, observa Ivair Rodrigues, diretor de pesquisa da IT Data Consulting. Os applemaníacos poderão torcer o nariz vendo o logotipo da maçã nas mãos de uma quantidade crescente de consumidores.

– Pode ser um tiro no pé para uma empresa que conquistou um público que prefere a exclusividade, ou uma bela oportunidade para a Apple ampliar o universo de consumidores com produtos de qualidade – afirma Rodrigues.

A gigante californiana também apresentou o iPhone 5S, que substituirá o iPhone 5, lançado no ano passado. A novidade virá em três cores, preto, dourado e prateado. A principal novidade está no acesso à tela inicial por um leitor biométrico. Também foi anunciada a redução de R$ 2.399 para R$ 2.299 no valor na versão básica do iPhone 5 na loja online da Apple no Brasil.

Comentários

Comentários

« Voltar