De olho na classificação, Brasil encara o México sem ataque definido

COPA DO MUNDO 2014: SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL - TREINO EM FORTALEZA-CE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Há pouco menos de um ano, Brasil e México se enfrentaram pelo Grupo A da Copa das Confederações, no estádio do Castelão, em Fortaleza. Na ocasião, vitória brasileira por 2 a 0.

Nesta terça (17), os times voltam a se enfrentar, dessa vez pela Copa do Mundo. Apesar da mudança de competição, o cenário é praticamente o mesmo: segunda rodada, Grupo A e jogo no Castelão, às 16h.

De olho na classificação, o time de Felipão pode ficar muito próxima das oitavas de final se vencer os mexicanos, que passaram por Camarões no primeiro jogo e também somam três pontos.

A escalação deve ser a mesma da estreia, contra a Croácia, com exceção a Hulk, que deve ser ausência por conta de uma lesão no joelho. Para o lugar do atacante, fica a dúvida de quem será o substituto. Nos treinos que antecederam a partida, Felipão deu a entender que Ramires vai a campo, já que desempenha função defensiva parecida com a do camisa 7. Mesmo assim, Bernard corre por fora, já que está habituado a atuar pelos lados do campo no apoio ao ataque.

Um dia antes do jogo, o comandante brasileiro analisou o adversário e lembrou das dificuldades encontradas em 2013.

— O México é sempre um adversário complicado para nós, brasileiros. Lembrem-se de que, no ano passado, o Brasil só fez o seu segundo gol nos acréscimos do segundo tempo.

O Brasil titular vai com: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar e Ramires (Bernard); Neymar e Fred.

Do lado do México, a expectativa de surpreender é grande, já que o time costuma ser uma pedra no sapato para os brasileiros. Algoz na final das Olímpiadas de 2012, o atacante Peralta diz que sua seleção está tranquila em busca da vitória, mas que respeita a qualidade dos donos da casa.

— A primeira vitória trouxe uma grande tranquilidade para encararmos o Brasil e dar mais um passo rumo ao objetivo que temos. Mas a seleção brasileira é complicada, muito complicada.

O ténico mexicano Miguel Herrera deve mandar a campo a seguinte escalação: Ochoa; Rodríguez, Héctor Moreno e Rafa Márquez; Aguilar, Herrera, Vásquez, Guardado e Layún; Giovani dos Santos e Peralta.

 

Fonte: R7.com

Comentários

Comentários

« Voltar