Caxias aposta na velocidade de Wangler e Trípodi para surpreender Vila Nova no contra-ataque

15411859

Com Wangler e Mariano Trípodi desde o início. Assim deve ser o Caxias que defende a liderança do Grupo B contra o Vila Nova, domingo, às 10h, em Goiânia. Empate diante do quarto colocado em pleno Serra Dourada não é considerado mau resultado. Invicto na competição, equipe grená pode se manter na ponta ainda que saia derrotado.

 
A receita do técnico Picoli para surpreender os donos da casa é a velocidade nos contra-ataques. Para isso, o treinador abre mão da presença de área de Charles Chad e da cadência de Zé Mário, deixando o time mais movediço e agudo.

— Vou ganhar mais velocidade, já vínhamos testando isso e com certeza vamos utilizar em algum momento. Tive que segurar o Zé e o Chad em função da parte muscular. O Wangler tem muita qualidade no passe e no drible. O Mariano movimenta um pouco mais — avalia Picoli.

Com as alterações, se desfaz a linha de dois volantes e três meias que dava forma ao 4-2-3-1. O posicionamento de Zambi é outro trunfo. Antes mais preso no meio, o carioca ganha mais liberdade e volta a atuar pelas pontas, como fazia no Gauchão. A expectativa é que reencontre o caminho do gol e acabe com a zica que tem pairado sobre o ataque.

— O Zambi volta para o setor que mais gosta. Engraçado, ou não, que é mais longe do gol. Eu quero ele mais perto, centralizado, mas quem sabe assim pode funcionar — confia o comandante.

FONTE: PIONEIRO

 

Comentários

Comentários

« Voltar