Brasil quer vacinar 12 milhões contra paralisia infantil

O Ministério da Saúde lançou nesta terça a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite ou paralisia infantil. A meta é vacinar mais de 12 milhões de crianças de seis meses a cinco anos de idade. O número corresponde a 95% da população dentro desta faixa etária. No ano passado, a campanha atingiu 99% do público-alvo.

A distribuição da vacina oral (a chamada gotinha) nos postos de saúde começa no próximo sábado e segue até 21 de junho. Os bebês com menos de seis meses já estão recebendo a dose injetável da vacina, segundo a pasta.

“Em muitos países, o vírus da paralisia infantil ainda circula, por isso é importante mantermos as nossas crianças protegidas do vírus” disse o ministro Alexandre Padilha, no lançamento em Brasília. No País, o último caso da doença foi registrado em 1989, na Paraíba.

Para a campanha, o governo federal vai destinar um total de R$ 32,3 milhões às secretarias estaduais e municipais de Saúde. Menos da metade (R$ 13,7 milhões) são destinados à compra das vacinas.

A campanha pede ainda que os pais levem aos postos de saúde a caderneta de vacinação de seus filhos. “Além da proteção contra a pólio, a campanha contribui para atualização do calendário de vacinação. Caso esteja faltando alguma vacina, os pais podem programar junto com o posto de saúde a melhor data para a criança tomar as doses que estão faltando”, explicou Padilha.

Comentários

Comentários

« Voltar